Os familiares de 24 pessoas infectadas pela Covid-19 e mortas numa única noite no hospital público de Chamarajanagar, em Karnataka, iniciaram uma manifestação contra as autoridades por terem permitido que nele acabasse o oxigênio.  O prefeito da cidade, dr. Ravi, declarou aos jornalistas que ainda não havia sido provado que as mortes fossem pela falta de oxigênio mas o governador B S Yediyurappa convocou uma reunião urgente para esclarecer o caso.